Assistência pet: quem pode obter ganhos com esse serviço?

Seguro contra acidentes pessoais
Seguro contra acidentes pessoais: como usá-lo para agregar valor ao seu produto?
30 de outubro de 2018
Vendas no varejo: o que fazer para aumentar seu fluxo de caixa?
Vendas no varejo: o que fazer para aumentar seu fluxo de caixa?
1 de novembro de 2018
Assistência pet: quem pode obter ganhos com esse serviço?

O mercado pet cresceu significativamente no Brasil nos últimos anos, fazendo com que novas opções de produtos e serviços sejam disponibilizadas por empresas especializadas. A assistência pet, também chamada de seguro pet cão e gato, faz parte desse novo escopo de serviços oferecidos.

De acordo com dados do IBGE, os animais de estimação já estão em 44% dos lares no Brasil, com destaque para a região sudeste, na qual 56% das famílias têm um pet. Esse crescimento, somado ao fato de que 63% dos donos consideram os animais como parte da família, motivou um mercado que movimenta R$ 20 bilhões por ano, colocando o Brasil na 3ª posição mundial em gastos nesse segmento.

Com um mercado tão promissor e mais serviços sendo disponibilizados para cuidados com os animais de estimação, disponibilizar a assistência pet torna-se um diferencial para empresas do setor. Saiba mais a seguir!

O que é o seguro pet cão e gato?

A assistência pet consiste em um produto que tem como objetivo atender necessidades do dia a dia e também demandas mais específicas relacionadas aos pets. Esse tipo de seguro proporciona amparo para a família e para o animal em uma série de situações nas quais a ajuda profissional pode ser necessária. Entre as ocasiões nas quais o seguro pet pode ser acionado, citamos:

  • agendamento de consultas;
  • vacinação na residência;
  • orientação telefônica sobre as raças e os hábitos;
  • envio de ração em casos de emergência;
  • hospedagem e translado de animais;
  • consultas emergenciais;
  • informações veterinárias;
  • pagamento das despesas de funeral.

O importante de ter um seguro pet cão e gato é que os animais ficam assegurados para uma série de ocorrências que podem surgir, como de saúde, não ter com quem ficar, ser transportado etc.. Portanto, o produto pode ser útil a qualquer momento e garante que o dono terá uma rede credenciada capaz de dar suporte nesses momentos.

Normalmente, o valor do seguro não é baseado em questões como raça e porte do animal, mas sim na cobertura da assistência e de quantas vezes cada item pode ser acionado. Os seguros para pet mais comuns são, geralmente, voltados para cães e gatos, desde que comprovado que o animal é doméstico e mora na mesma residência que o segurado.

É importante que, antes de fechar esse tipo de assistência, verifique-se a cobertura disponibilizada pela empresa e tenha-se a possibilidade de personalizar o seguro de acordo com as necessidades específicas do animal e da família.

Quais são os benefícios de uma assistência pet?

São diversas as vantagens referentes a ter um seguro para o pet e também de comercializar esse serviço. Conhecer os benefícios para o consumidor final é importante para que o vendedor possa explorar esses aspectos na estratégia de vendas adotada pela companhia.

Dessa forma, destacamos, a seguir, quais são os principais benefícios que podem ser obtidos pela comercialização da assistência pet. Confira!

Vantagens para o empreendedor

Muitos empreendedores podem questionar a relevância de trabalhar com produtos como a assistência pet. Inicialmente, é preciso destacar que se trata de um produto de afinidade e, portanto, empresas relacionadas com o segmento pet podem ter mais sucesso na venda desse tipo de seguro, como pet shops, clínicas, varejistas e outras. Entre os benefícios para o negócio, destacamos:

  • ampliação do escopo de atuação, tornando a empresa mais relevante para o consumidor, o que ainda permite melhorar a fidelização de clientes do negócio;
  • geração de receita adicional devido às comissões referentes à venda do seguro pet;
  • tornar o mix de produtos disponível mais completo com poucas contrapartidas burocráticas e de crédito.

Portanto, iniciar as vendas desse tipo de seguro pode proporcionar diversas vantagens para as empresas, relacionadas tanto ao aumento da lucratividade quanto à relevância para o segmento.

Vantagens para os clientes

Para os clientes, existem diversos benefícios ao contratar um seguro voltado para os animais de estimação. Destacamos, abaixo, os principais:

  • economia nas despesas relacionadas ao animal, visto que determinados serviços e assistências podem ser bastante custosos quando acionados emergencialmente, como é o caso de problemas de saúde, internações e cirurgias;
  • mais tranquilidade para a família, que tem segurança de que o animal estará bem cuidado e assistido em diferentes situações, como durante viagens e períodos de ausência dos donos;
  • acesso facilitado e rápido a informações e suportes que podem ser determinantes nos cuidados com o pet, como dúvidas sobre alimentação, saúde etc.;
  • amparo em diversas situações que envolvam o pet, como esquecer de comprar ração, translado do animal ou mesmo óbito.

Apesar de ainda ser um serviço pouco conhecido pelos donos de pet no Brasil, esses benefícios são bastante significativos nas despesas emergenciais relacionadas ao animal e também no tratamento e no cuidado, portanto, a tendência é que, ao analisar o custo-benefício, mais pessoas vão aderir à solução.

Como vender o seguro pet?

Apesar de ser um serviço bastante benéfico para empresas e clientes, muitos empreendedores têm dúvidas relacionadas sobre como iniciar a venda de seguros. De fato, a negociação com grandes seguradoras é problemática para pequenos e médios negócios, no entanto, os marketplaces de seguro são soluções efetivas para esses casos.

Os marketplaces são empresas que têm contratos com as grandes seguradoras e, ao estabelecer parceria com eles, o empreendedor já pode iniciar a venda de seguros de maneira prática, sem burocracias e sem precisar de crédito adicional.

Para consolidar a venda de assistência pet, entretanto, é importante desenvolver uma estratégia de comercialização que apresente para o público a importância desse tipo de seguro. Algumas dicas são:

  • informe seus clientes sobre esse novo serviço disponível e apresente as vantagens dele;
  • treine a equipe para que ela seja capaz de esclarecer dúvidas sobre o produto;
  • não prejudique a operação da empresa e opte por trabalhar com parceiros que tenham o know-how específico sobre contratação de seguros;
  • pesquise parceiros confiáveis e que façam com que a experiência dos clientes seja realmente satisfatória;
  • prepare a equipe para oferecer e explicar como funciona a assistência.

O mercado de seguro pet cão e gato pode agregar muito a empresas desse segmento que buscam proporcionar experiências mais completas e satisfatórias para os clientes.

Ao iniciar a venda de assistência pet lembre-se de procurar por parceiros de confiança e que tenham conhecimento de mercado na oferta de seguros para que seja possível ampliar o escopo sem prejudicar a operação. Desenvolva também um plano de vendas sólido e que seja escalável.

Gostou dessa nova opção para o segmento e quer saber mais sobre como comercializar assistência pet no seu negócio? Entre em contato com nossos especialistas agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *